Tecnologia
3 meses atrás

Quando será o Black Friday no Brasil? Vale a pena aproveitar as ofertas de lojas online? Foi isso que eu descobri

Quando será o Black Friday no Brasil? Vale a pena aproveitar as ofertas de lojas online? Foi isso que eu descobri

Comprar em lojas online confiáveis é sempre uma boa pedida para quem não quer sair de casa, como bom preguiçoso que sou, compro pela internet desde que descobri os benefícios de se ter um cartão de crédito, claro que já tive dificuldades com algumas, o que me fez criar minha lista de sites confiáveis para comprar online, e posso dizer por experiência que a Black Friday pode ser uma grande maravilha, como também pode acabar sendo uma enorme armadilha, então você precisa pesquisar com calma e resistir aos impulsos de compra, o que eu confesso ser bem difícil.

Uma das datas mais aguardadas por que ama descontos em loja online está chegando o Black Friday 2015, que chega com tudo e promete ofertas incríveis.

Em Novembro acontece o Black Friday

Vale ficar alerta aos golpes de internet motivados por empresas e indivíduos mal intencionados. Por isso, siga as dicas abaixo e aproveite sem dor de cabeça.

Quando a gente se depara com milhares de produtos em oferta, é normal querer comprar demais, mas cuidado com a saúde financeira, seu bolso agradece.

Como em qualquer promoção o consumidor deve estar atento às ofertas apelativas divulgadas pelos fornecedores e, estes, devem divulgar suas promoções sempre respeitando o Código de Defesa do Consumidor.

Via de regra, seja compra realizada fora de uma promoção ou dentro de período promocional, os direitos do consumidor não podem ser mitigados, ou seja, ambas aquisições estão protegidas pela legislação de consumo.

Os anos passam, mas os cuidados costumam ser os mesmos. Importante o consumidor averiguar os preços praticados pelo fornecedor dias antes da promoção a fim de constatar se há enganosidade no anúncio, exemplifica o professor de direito do consumidor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Bruno Boris.

Segundo o especialista, a própria consulta ao site que vende os produtos é fundamental, pois não existem milagres, assim, se grandes fornecedores não chegam a preços de fornecedores desconhecidos, provavelmente esse fornecedor desconhecido poderá trazer problemas ao consumidor. Pesquise sobre o site junto aos órgãos de proteção e defesa do consumidor e na dúvida, apenas adquira produtos de fornecedores nacional ou internacionalmente reconhecidos.

“E ainda assim se o produto adquirido pelo consumidor pelo site não for exatamente o que o consumidor esperava, poderá desistir da aquisição no prazo máximo de 7 (sete) dias, nos termos do art. 49 do Código de Defesa do Consumidor, que trata do direito puro de arrependimento do consumidor para compras realizadas fora do estabelecimento comercial”, conclui Boris.

Segurança em primeiro lugar

É importante ficar atento até mesmo a detalhes na própria página da loja, como se em algum lugar consta endereço, telefone e outras formas de contato além do e-mail. Também vale observar a existência de alguns “selos” ou “badges” conquistados pelo site a partir da avaliação por sistemas como o e-bit, que é baseado em pesquisas com os consumidores sobre a qualidade do site durante o processo de compra, pagamento e também depois da entrega do produto.

Não demore

A maioria das lojas online tem um estoque limitado para esses dias, por isso, antes de festejar, garanta que a compra foi efetuada.

Assim como as lojas físicas, as principais lojas online recebem uma enorme quantidade de pessoas e quando todo mundo tenta acessar o site ao mesmo tempo, pode ter uma demora maior. Entõ pegue um café e aguarde para comprar.

Em caso de dúvida, consulte o Código de Defesa do Consumidor

Via de regra, seja compra realizada fora de uma promoção ou dentro de período promocional, os direitos do consumidor não podem ser mitigados, ou seja, ambas aquisições estão protegidas pela legislação de consumo (veja aqui o Código de Defesa do Consumidor).

Os anos passam, mas os cuidados costumam ser os mesmos. Importante o consumidor averiguar os preços praticados pelo fornecedor dias antes da promoção a fim de constatar se há enganosidade no anúncio, exemplifica o professor de direito do consumidor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Bruno Boris.

Segundo o especialista, a própria consulta ao site que vende os produtos é fundamental, pois não existem milagres, assim, se grandes fornecedores não chegam a preços de fornecedores desconhecidos, provavelmente esse fornecedor desconhecido poderá trazer problemas ao consumidor. Pesquise sobre o site junto aos órgãos de proteção e defesa do consumidor e na dúvida, apenas adquira produtos de fornecedores nacional ou internacionalmente reconhecidos.

Roupas, celulares e eletrônicos são uma boas pedidas

Os celulares e smartphones lideram a intenção de compra para a Black Friday, segundo pesquisa feita pelo MercadoLivre.com com 4.343 usuários do marketplace em todo o Brasil, entre os dias 20 e 30 de outubro. De acordo com o levantamento, 45% pretendem adquirir esses produtos eletrônicos durante o grande evento de promoção que acontece no próximo dia 28 de novembro.

Esta é uma ótima oportunidade para garantir a roupa de final de ano e renovar o guarda roupas para o ano que vem.

Não esqueça que estamos pertinho do Natal, esta é uma data ótima para economizar nos presentes.

Conheça mais o Fusne

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em comprar online. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e tristezas nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe... Leia Mais