Cotação do Mercado Bitcoin está aquecida hoje, mas como ganhar no futuro?

Cotação do Mercado Bitcoin está aquecida hoje, mas como ganhar no futuro?

Entre as chamadas criptomoedas, o Mercado Bitcoin é o que se destaca com sua cotação aquecida e a popularização em meios de pagamentos. Eu como entusiasta de novos investimentos, estou começando a conhecer essa novidade e tentando entender melhor para poder participar e quem sabe comer uma fatia deste bolo digital.

O Mercado Bitcoin cresceu e deve ser a moeda do futuro

Ninguém sabe ao certo quem criou esta criptomoeda descentralizada, que foi idealizada em 2008, lançada em 2009 e ganhou sua versão estável em 2016. Com o ideal de liberdade, esta é a primeira moeda digital descentralizada do mundo, o que acendeu a vontade de um sistema bancário livre, regulamentado pela própria sociedade, sem qualquer manipulação governamental.

A chamada mineração desta moeda é feita por poderosos computadores ao redor do mundo todo, o que começou de forma tímida, hoje movimenta um mercado próprio, inclusive com a fabricação e venda dos chips especiais de mineração, os chamados circuitos integrados de aplicação especifica (ASICs, na sigla em inglês).

Como ganhar dinheiro com Bitcoin

Para quem não pretende investir em máquinas avançadas e aprender como minerar, uma outra ótima opção para aproveitar o aquecimento deste mercado é com a boa e velha transação de valores, com as chances de valorização da moeda, ter um pé de meia digital pode ser um bom caminho.

Em terras mais avanças como o Japão, já é possível pagar com bitcoins em restaurantes, lojas de equipamentos eletrônicos e até a contas governamentais como gás, pois o país tem uma legislação que já está avançada o suficiente para esse receber este novo mercado, o que acabou gerando uma verdadeira febre do ouro digital, fazendo a cotação da moeda aumentar e estabilizar, ao contrário do que era acreditado pelos pessimistas do passado.

Aqui no Brasil algumas empresas já estão na vanguarda da tecnologia e estão trabalhando com a criptomoeda, conversei com o Romero Ayub da Servhost, especialista em hospedagem de sites e novas tecnologias.

“O que eu tenho achado bastante interessante é a velocidade das transações, podemos transferir valores da China em questão de minutos, você consegue fazer as operações rapidamente e sem as taxas tradicionais que temos que pagar aos bancos”, contou Romero.

Sobre aceitar pagamentos em Bitcoin, ele afirmou: “É uma moeda de constante crescimento, não só no número de adesões pelos usuários, mas também financeiramente. Quando começamos a trabalhar com Bitcoin ela valia em torno de U$1.100, hoje ela vale aproximadamente U$4.300. Além disso as melhorias vão além, recentemente a moeda foi dividida em duas, na busca pela estabilidade do Bitcoin, a tendência é sempre crescer, além dela existem outras criptomoedas bastante promissoras. Eu acredito que só tenha a crescer, aqui em Recife várias empresas estão aceitando, inclusive restaurantes, está sendo bem legal, a gente tem clientes que já pagam desta forma, até pela facilidade, pois você paga pelo celular e a confirmação do pagamento é em questão de minutos. A Servhost resolveu começar a aceitar este tipo de pagamento pois incentivamos as novas tecnologias”.

Romero concluiu explicando que nem tudo são flores, alguns problemas já são enfrentados pelos usuários: “Devido ao enorme número de transações, os valores menores estão tendo uma demora maior de confirmação”.

Como funciona o uso do Bitcoin

Entre as perguntas frequentes está o funcionamento inicial do sistema. O procedimento para uso, recebimento e pagamento de bitcoins é bastante simples e fácil de usar, basta você baixar um programa no computador ou app no celular android ou iOS, seguir as instruções para a criação das suas chaves criptográficas, o que lhe dará um um “endereço bitcoin”, como se fosse um número de conta corrente.

Com a sua conta feita, basta adquirir bitcoins em algum lugar e fornecer seu endereço para recebimento, lembrando que geralmente o pagamento destes bitcoins é como ocorrer com qualquer outra transação de câmbio por exemplo, usando um boleto ou cartão de crédito. Aí você já é dono de bitcoins e poderá fazer suas compras.

O futuro deverá ser livre

Segundo a Folha, em 2015 o Brasil bateu seu recorde local de transações em bitcoins, contabilizando 10 mil bitcoins, equivalentes a 9,3 milhões de reais.

Até o momento não existe nenhuma barreira legal contra as criptomoedas, pelo contrário, instituições financeiras avançadas estão buscando formas de utilizar e participar deste mercado tão promissor, um novo mercado se formou globalmente, há dois anos aproximadamente, com o surgimento da tecnologia que move o bitcoin, a blockchain. A cotação do bitcoin hoje, por exemplo, ultrapassa os R$ 3.570,00 – superou a do ouro pela primeira vez na história, de acordo com notícias divulgadas na semana passada. Por isso, as empresas de intermediação de compra e venda de moedas digitais começaram a chamar a atenção dos bancos pelo volume de transações efetivadas.

O Banco Central também está atento. Criou no ano passado um grupo de trabalho para estudar as operações em torno de blockchain, fintechs e moedas digitais. Nesse caso, a preocupação está mais voltada à legalização no país das transações efetivadas pelas fintechs, bancos, companhias de crédito e intermediadoras de pagamentos. Afinal, a tecnologia não tem fronteiras e o volume transacionado não é desprezível. Projeções da consultoria McKinsey publicadas na imprensa dão conta de que os serviços financeiros gerados pelas fintechs e o bitcoin podem fazer circular US$ 152 bilhões na economia brasileira até 2025.

Com o valor do bitcoin aumentando, o Brasil deverá fazer a regulamentação em breve

Apesar de muitos entusiastas desejarem que o mercado de criptomoedas fique livre de qualquer ordenamento jurídico, isso será algo inevitável a longo prazo, pois todas as ações financeiras no país exigem regulamentação, há inclusive o Projeto de Lei n. 2303/2015 (“PL”) que dispõe sobre a inclusão das moedas virtuais como Bitcoin, Blockchain & Criptocurrencies na definição de arranjo de pagamento.

Deixe seu comentário:

+ Tecnologia

Comprar livros na Amazon é confiável e um bom negócio
Comprar livros na Amazon é confiável e um bom negócio
Clube mostro de lojas online confiáveis para comprar online
Clube mostro de lojas online confiáveis para comprar online
Estou usando o cartão de crédito Nubank e achei bastante confiável
Estou usando o cartão de crédito Nubank e achei bastante confiável
10 perguntas e respostas sobre hospedagem de sites que eu fiz para o Romero Ayub da Servhost
10 perguntas e respostas sobre hospedagem de sites que eu fiz para o Romero Ayub da Servhost

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,